PortuguesePortuguese

Como Ensinar Eficazmente Acordes De Guitarra A Estudantes De Guitarra Principiantes

de Tom Hess


Um problema muito comum e frustrante que os estudantes de guitarra principiantes enfrentam, é o de não conseguirem mudar entre acordes depressa, fluentemente e musicalmente. Isto pode ser frustrante para ti como professor de guitarra, quando não estás certo sobre como poder resolver o problema.

Pode haver mais de uma razão que pela quais um estudante de guitarra se debate ao tentar mudar de acordes suavemente. Então a primeira coisa a fazer quando lidando com este desafio é diagnosticar por que o problema existe. Precisas de determinar se o teu estudante de guitarra tem um dos seguintes problemas:

A. Um problema de coordenação físico.
B. Ele/Ela não andam a treinar.
C. Falta de compreensão para o que precisa de ser feito.
D. Um problema de processamento mental.

A maioria dos professores de guitarra ASSUMEM, que a razão ou é A (um problema de coordenação físico), ou B (pouco ou nenhum treino). Facto é, que na maioria das vezes isto está errado. A maioria dos estudantes de guitarra na verdade tentam treinar. E os VERDADEIROS problemas de coordenação físicos são raros.

Para a maioria dos estudantes de guitarra quase todos problemas de tocar guitarra são causados pelo seu cérebro, não pelas suas mãos! Por isto, é que muitos dos esforços para os ajudar não funcionam bem.

Como eu mencionei antes, pode haver muitas razões pelas quais um estudante de guitarra se debate com isto (ou com qualquer outro problema), por isso, não é possível escrever um artigo que se ajuste a todos os casos. Porém, existem 3 poderosas dicas pedagógicas que podem ajudar a resolver este problema dos estudantes de guitarra principiantes.

#1. Consegue que os teus estudantes de guitarra principiantes mantenham a mão da palheta movendo-se dentro do tempo, não importa quão atrasada esteja a mão do braço da guitarra para a formação do próximo acorde. Por outras palavras, diz aos teus estudantes para (e ao praticar deste modo) NÃO permitirem a mão da palheta esperar pela mão do braço da guitarra! Praticando deste modo, este estudante, resolverá muitos outros problemas de ritmo e de tempo que vai encontrar no futuro! O estudante deveria praticar aproximadamente, 1/3 do tempo desta maneira até que o problema esteja resolvido.

#2. Consegue que o teu estudante não use a mão da palheta de todo e, simplesmente, mude depressa (muito rápido, um depois do outro) de acordes com a mão do braço. O estudante deveria praticar aproximadamente 1/3 do tempo deste modo até que o problema esteja resolvido.

#3. Faz com que o teu estudante de guitarra toque um acorde que ele/ela precisa dominar. Diz-lhe para apertar as cordas com dureza quando tocando o acorde, e depois, totalmente (SEM levantar os dedos para longe das cordas / acorde) relaxar, depois diz-lhe para APERTAR de novo ao mesmo tempo todos os dedos! E relaxar novamente.

O objectivo disto é treinar o cérebro deles fazer mover e relaxar em CONJUNTO todos os dedos, e não um de cada vez (que é como os estudantes de guitarra principiantes fazem os acordes por si próprios, grande erro). Repete este exercício até que o estudante consiga fazer isto bem.

A seguir, faz com que o estudante mova os dedos para fora das cordas, mas mantendo a forma básica do acorde enquanto pairando por cima das cordas… Depois ele deve pressionar as cordas e fazer o acorde… repete isto muitas vezes, e então, gradualmente, mover mais e mais longe das cordas antes de fazer o acorde novamente. Eventualmente, de uma mão aberta o estudante deveria ser capaz de poder formar um acorde facilmente… mas em cada caso tu DEVES ter a certeza que todos os dedos se estão movendo e estão relaxando ao mesmo tempo, NÃO um de cada vez! O estudante deve praticar aproximadamente 1/3 do tempo deste modo até que o problema esteja resolvido.

Repara que estas soluções do problema são todas físicas, mas são projectadas para superar os problemas de processo mental dos estudantes, porque o estudante não aprendeu separar e a isolar cada movimento. O cérebro dos estudantes de guitarra principiantes estão sobrecarregados com muita informação para aplicar ao mesmo tempo, por isto é que nós trabalhamos com o método #1 e #2 acima, para que o cérebro não tenha que fazer muitos processos ao mesmo tempo. O último método (#3) é projectado para quebrar os hábitos de processo mental do estudante, para que não envie SEPARADAS e LINEARES mensagens para cada dedo da mão. O que nós queremos é treinar o cérebro a processar e enviar UMA mensagem a todos os dedos envolvidos.

Para obteres mais ajuda sobre ensino de guitarra e sobre a construção de uma carreira de ensino de guitarra de sucesso, vê estas 15 dicas gratuitas sobre ensino de guitarra (guitar teaching tips).


Learn a lot more about teaching guitar to beginners.

© 2002-2017 Tom Hess Music Corporation