Tocar Ao Vivo: O Que Fazer Com As Pequenas Vozes Na Tua Cabeça 

de Tom Hess


Quer toques para dezenas de milhares de pessoas todas as noites numa tournée mundial, ou para 20 pessoas num churrasco de quintal, a ansiedade mental que maioria dos músicos passa por ao tocar ao vivo, são as mesmas. Em quase todos os casos, a pequena voz negativa na tua cabeça está centrada em torno do medo (medo da rejeição, dúvidas sobre si, etc.) Nós todos, num momento ou outro, vivemos algum grau de medo ou nervosismo ao tocar ao vivo. Tu podes já ter sentido o medo do fracasso, medo de errar, medo do que o público vai pensar de ti, da tua música ou da tua banda. Alguma vez já te perguntaste perguntas como:

“E se eu cometo erros?”
“Será que sou bom o suficiente para tocar em palco?”
“ E se o público não gosta da música, da banda, ou de mim?”
“Será que este espectáculo irá ser um desastre?”

Aqui estão algumas coisas para pensares antes do teu próximo show (se as usares, elas definitivamente funcionam, especialmente se as juntares todas nos teus pensamentos).

  1. Não coloques pressão desnecessária sobre ti mesmo, para realizares uma performance num nível muito elevado. O tempo para estar sob pressão é, quando praticando em casa ou na sala de ensaios com a tua banda. O show não é o momento para adicionares stress, ou pressão sobre ti. Sim, precisas de te concentrar no que estás fazendo, mas diverte-te. Se não te permites a divertir-te durante um concerto ao vivo, quando te irás permitir a, realmente apreciar a música?
  2. Como músico profissional, a pressão para ter consistentemente, uma performance num nível muito elevado, agora, está mais sobre mim do que nunca. Eu tenho uma performance melhor, divertindo-me e vivendo o meu sonho, em vez de me preocupar em cometer um erro. Eu vejo as coisas desta maneira. Se eu tocar 30 mil notas numa noite, das quais, toquei 3 notas imperfeitamente, significa que toquei 99,99% de todas as notas correctamente. É inútil preocupar-me com os 0,01% de erros que cometi no palco. Se eu precisar de praticar alguma coisa mais tarde, para me certificar que eu não faço os mesmos erros no próximo concerto, então eu vou lidar com isso amanhã durante o treino, não no palco.
Trending Articles:
Should You Write Music That Sells?
Learn why you should write music
you like rather than what 'sells'.


Develop Better Stage Presence
Play unforgettable live shows by using these stage presence tips.


How To Play A Better Live Show
Learn 5 easy ways to play better
a better live show with your band.

Tu provavelmente tocas, pelo menos, alguns milhares de notas num show (talvez muito mais). É claro que a maioria de nós luta pela perfeição, mas não te massacres por causa de alguns erros. Sê feliz, e dá-te o crédito que mereces por tocares 97%, 98%, 99% ou 99,999999% das notas correctamente. Não deixes que o teu desejo de ser perfeito te aleije, quando a realidade é, que nenhum de nós jamais poderá ser perfeito o tempo todo. Se fosses fazer um exame numa grande universidade e, respondesses a 99% das perguntas correctamente, irias sentir-te muito bem contigo próprio, certo!? Parabéns, obtiveste a nota "A"! Sê feliz com isso, enquanto estás no palco. Tu podes voltar para casa e praticar os outros 1% mais tarde.

  1. Lembra-te disto, quando estás tocando num palco (para 20 ou 20 mil pessoas), todos na plateia te invejam. Quase todos desejam serem eles a subir ao palco com todo o talento que tu tens. Mesmo que não gostem da tua música, pelo menos, invejam a tua posição, lá em cima do palco. Então, da próxima vez que estiveres no palco e sentires-te nervoso, lembra-te que as pessoas na multidão estão “na multidão”, só tu (e os teus colegas músicos) estás "no palco"... vivendo o sonho naquele momento. Recorda-te de quando começaste a tocar guitarra. Lembras-te de pensar o quão bom deveria ser estar num palco, tocando à frente de pessoas que vieram para ver e ouvir-te? Lembra-te, o quanto desejaste isto quando começaste. Quando andas no palco, lembra-te, do quão longe chegaste como músico. Tu agora és capaz de fazer algo que sempre quiseste fazer. O tamanho dos concertos nos quais tocas, não são realmente importantes. O que é importante, é o que tu já conseguiste. Estás tocando no palco, a maioria das pessoas só sonha com isso, mas agora, tu, estás realmente a fazê-lo! Sente-te bem com isso, não estragues a emoção e o prazer, por causa do medo de cometer um erro ou dois.
  2. No fim das contas, trata-se de música. Não se trata de ti, ou de mim. Como músicos nós somos os verdadeiros instrumentos por onde a música flui. Os instrumentos que tocamos são apenas extensões dos nossos seres. Quando tocas para os outros, tu és um “doador”. Quando foi a última vez que te sentiste nervoso ou com medo de fazer algo bom por alguém? Se segurares a porta aberta para uma velhinha, sentes-te nervoso ou com medo? Quando doas dinheiro para uma caridade, sentes medo ou auto dúvida sobre isso? Quando dás o teu tempo a alguém que precisa de ajuda, sentes-te nervoso com isso? Quando tocares música não deverá ser diferente. Não penses em ti como um atleta olímpico, que deve ter uma performance perfeita para ganhar uma medalha de ouro. Não penses que decepcionas toda a raça humana se cometeres um erro, ou se a plateia não gostar do teu show. Se pensares na tua performance como algo que estás a "dar aos outros"... não vais sentir-te nervoso ou com medo, o medo do palco vai derreter. Quando tu tocas, adicionas valor, ao momento que as pessoas estão a viver enquanto te ouvem. Alguns podem gostar, e alguns não, é a sua escolha ou preferência e mesmo que toques na perfeição, nem todos irão adorar o que estás fazendo. E isto vem com o território. Mas de qualquer maneira, deste-te. Tu vieste para compartilhar com a plateia, o que fazes. Sente-te bem com isso, porque quando te sentires bem, as hipóteses de errar durante a tua performance, diminui.

Se não obtiveres mais nada deste artigo, pelo menos, lembra-te: O melhor antídoto para o medo do palco é mudar a mentalidade de “impressionar” os outros para "dar aos outros".


Find the best guitar lesson online.
 

© 2002-2017 Tom Hess Music Corporation