PortuguesePortuguese

Melhorar O Teu Fraseado De Guitarra – Parte II

de Nick Layton

No meu primeiro artigo, "Melhorar o teu fraseado de guitarra, Parte I," eu expliquei o que é o fraseado e por que é importante, para os guitarristas, desenvolverem esta habilidade fundamental. Eu também te mostrei algumas maneiras, com as quais, poderás começar a melhorar as tuas habilidades.

Espero, que já tenhas gasto algum tempo pensando sobre alguns dos conceitos que eu apresentei. Eu dei-te uma breve lista de coisas que poderias fazer para começares a aplicar estes conceitos e ideias. Neste artigo, quero investigar um pouco mais essas coisas, e apresentar algumas outras ideias, também, esperamos, que isto te seja útil, na tua busca de uma maior auto-expressão.

A ideia de equiparar o teu fraseado de guitarra com os teus padrões de fraseado, quando falas, é um conceito muito simples. Mas não deixes que a sua simplicidade te engane. Esta é uma ideia muito poderosa que pode transformar a tua maneira de tocar. Vejamos algumas formas específicas, pelas quais, podes usar essa ideia para tua vantagem.

Respirar as tuas frases: uma das coisas que é natural quando nós falamos é a necessidade de uma pausa de vez em quando, para tomar fôlego. Não é costume ouvir alguém despejando palavra após palavra, frase após frase, sem parar para recuperar o fôlego. No entanto, isso acontece e a maioria de nós, em algum momento, já esteve numa conversa de sentido único. Como te sentiste? Falando por mim, eu sinto-me irritado com esses tipos de encontros. Ninguém gosta de ser obrigado a ouvir. Aqui, está o ponto que eu estou tentando fazer: Quantos guitarristas, só falam com os seus ouvintes, em vez de tentarem comunicar-lhes algo? Parece que, para alguns guitarristas, o objectivo da sua "comunicação" é o de dominar a "conversa", despejando todas as técnicas conhecidas pelo homem a grande velocidade e sem pausar. Eu pergunto-me se esses guitarristas entendem, o efeito que este tipo de fraseado tem sobre os seus ouvintes.

Contrasta isto com a abordagem de um guitarrista maduro, que é, na verdade, um virtuoso, mas elege comunicar com seu público. Com certeza, haverá rajadas de maravilhoso e avançado tocar - passagens rápidas, arpegios - relâmpago, etc, mas isso vai ser equilibrado com passagens musicais, que incluem, um vibrato bonito e emocional, notas dobradas, e variação rítmica.

Eu não estou dizendo que rápido e virtuoso tocar, não é emotivo. Certamente, às vezes, é muito emocional e passional, e é uma ferramenta maravilhosa de auto-expressão. No entanto, é apenas uma peça do puzzle. Uns dos maiores problemas que alguns guitarristas inexperientes têm é que usam a sua habilidade técnica para encobrir as suas habilidades de fraseado de guitarra pouco desenvolvidas. Por outras palavras, eles tocam constantemente rápido, tentando mascarar o fato de que eles não possuem as competências necessárias, de modo, a que realmente comuniquem e se expressem. Isto é uma pena, mas é corrigível.

Ok, então, espero que tenhas decidido que não queres ser um guitarrista que fala “ao” seu público, com muito pouco a dizer. Vamos tentar este exercício de respiração em conjunto. O objectivo disto é demonstrar que existe um fluxo natural inerente à comunicação eficaz. Devem haver palavras, notas e substância, mas, deve também haver espaço e descanso.

Passo 1: Senta-te no teu espaço de treino habitual. Deves sentar-te com as costas direitas para que possas respirar correctamente. Inspira profundamente, como quando te preparas para dizer algo importante. Ao exalar, tenta cantar uma pequena melodia até ficares sem fôlego. Tenta isto antes de continuar.

Fizeste-o? Muito provavelmente, a tua melodia não era muito longa. Não te preocupes se não era a mais bela melodia do mundo. Talvez, nem foi uma melodia original... isso não importa.

Passo 2: Repete o passo 1, 4 vezes consecutivas. Na 1 ª vez, canta uma melodia. Depois pausa, e inala. Ao expirar, faz a tua 2ª melodia tentar "responder" à 1ª. Na terceira vez, canta uma nova melodia, e com a 4ª, tenta responder à terceira melodia. Este processo é chamado de “chamada e resposta”. Os grandes cantores e guitarristas de blues dominam esta técnica.

Se tiveres feito isto, tens agora quatro (4) medidas de música que flui naturalmente, que tu compuseste, e nem tocaste na tua guitarra.

Pratica fazer isto em tantas situações musicais possíveis. Aqui estão algumas possibilidades: a próxima vez que estejas compondo uma música ou melodia, tenta este método de respiração em primeiro lugar. Canta as tuas melodias com os acordes. Faz isso várias vezes até encontrares uma melodia que gostes. Em seguida, pega na tua guitarra e aprende as notas. Além disso, sê criativo com esse exercício, não apenas cuspas suavemente uma melodia. Usa diferentes agrupamentos rítmicos, flexões e dinâmica. Usa a tua imaginação!

Outra coisa valiosa que podes fazer é estudar os estilos de guitarra e fraseado de outros guitarristas. Também, deves despender tempo estudando artistas de outros instrumentos, mas por enquanto vamos ficar pelos guitarristas.

Trending Articles:
Guitar Playing PicturePlay Guitar Solos Like The Pros
Find out how to play great guitar solos by using guitar phrasing.

Picture Of Guitarist Playing GuitarMake Guitar Licks Sound Intense
Learn how to add tons of tension

to your lead guitar solo phrases.

Guitarist Playing InstrumentPlay Cool Legato Guitar Phrases
Improve your guitar phrasing by
playing these cool legato licks.

Agora que estás em maior sintonia com os elementos que compõem um fraseado de guitarra eficaz, será muito mais fácil reconhecer esses elementos no tocar dos outros. Ouve um CD de um dos teus guitarristas favoritos. Escolhe um solo que te agrade particularmente. O solo tem um natural fluxo e refluxo? Tem passagens rápidas e lentas? Onde é que as pausas naturais ocorrem? Sentes que o guitarrista está só tocando, ou sentes que ele está-se comunicando contigo?

Antes de acabar este artigo, vamos analisar um solo em conjunto. Tem em mente que as minhas observações e pensamentos podem ser diferentes das tuas. Isso é certo. O objectivo não é pensares como eu, mas sim fazeres o teu juízo de valor baseando-te no que gostas e não gostas. Ao fazeres isso mais e mais, vais descobrir que as coisas que gostas, começam a aparecer no teu próprio tocar. Isso é óptimo! Poderás querer manter um caderno de apontamentos com os teus pensamentos sobre os vários guitarristas que ouviste. Certamente, irás receber muitas ideias para as tuas frases, apenas ouvindo. Às vezes podes querer transcrever algumas das coisas que gostas, e outras vezes é apenas bom, ouvir e entrar na música.

Vamos ouvir o solo do Eddie Van Halen na música "Panamá", do álbum de 1984. Se gostas do Eddie, ou não, é irrelevante para efeitos do presente estudo. Permite-me fazer algumas observações.

  • Aos (minutos do CD) 2:05, o solo começa com uma frase no estilo de Chuck Berry que foi "Van Halen'isada". Nota, a nota dobrada aos 2:08, que serve como uma espécie de "pausa" antes da enxurrada de notas a seguir 2:09 - 02:11.
  • Atenta o “bend” aos 2:11 que é o fim da frase anterior, e que serve como mais uma pequena pausa na acção.
  • A frase seguinte 2:12 - 2:15 tem todos os tipos de ideias de fraseado de guitarra, usando “tapped notes on bends”.
  • Ouve o fraseado staccato e o ritmo da linha, que começa aos 2:16 e que leva à parte de repartição aos 2:18.
  • A partir dos 2:19 aos 02:53, ouvimos o Eddie tocando algumas frases muito sedutoras e descontraídas, com uma mistura de passagens de guitarra solo e ritmo. Nota o efeito que esta passagem tem sobre ti. Para mim, esta secção é perfeita, porque equilibra todas as notas que a precederam, e contém algumas frases muito semelhantes às vocais.

Nessa música, o solo do Eddie lembra-me de como é descolar num avião. Primeiro, existe muita velocidade e emoção, seguido por um pouco de turbulência, até que finalmente o avião atinge altitude e estabiliza.

No próximo artigo vamos começar a explorar formas de melhorar o teu fraseado de guitarra usando a técnica avançada de uma forma musical e melódica. Até a próxima!

Eu preparei uma lição de fraseado de guitarra (texto e áudio), gratuita, para ti. Faz o download agora!

Nick Layton é um guitarrista/ compositor profissional que vive em Vancouver, WA. O seu CD de estreia intitulado Storming The Castle está disponível agora e tem como características de composição metal épico e virtuosidade na guitarra. Visita: nicklayton.com e envia perguntas/comentários para nick@nicklayton.com


Learn to master the guitar with the very best online guitar lessons.

© 2002-2017 Tom Hess Music Corporation