Praticando Guitarra: Auto-disciplina ou Diversão?

de Tom Hess


Achas difícil desfrutar plenamente do processo de treino altamente disciplinado? A maior parte dos guitarristas ou diverte-se muito com o treino, mas não são muito disciplinados, ou tentam ser muito disciplinados, mas acham que é muito aborrecido ou pouco enriquecedor quando o fazem.   Portanto, a maioria das pessoas faz a (consciente ou inconsciente) escolha de sacrificar o 'divertimento' pela disciplina, ou a disciplina pelo divertimento.   Fazer sacrifícios no teu treino de guitarra é não só desnecessário, como também pode ser contraproducente para te tornares no guitarrista que pretendes ser.

Deixa-me mostrar-te porquê…

Houve um tempo, há muitos anos atrás, em que eu não estava gostando de treinar. As minhas sessões de aprendizagem não eram divertidas e eu comecei a pensar nelas como uma tarefa desagradável. Tentei fazer o treino mais agradável, mas os meus esforços abrandaram mais o meu progresso do que ajudaram. Eu respondi a isto, tornando-me mais auto-disciplinado e treinando, arduamente, todos os dias, na esperança de que maiores progressos viriam. Infelizmente, isto não me fez tocar muito melhor e só fez com eu sentisse que o processo de aprendizagem era muito menos divertido. Eu falei sobre isso ao professor com quem eu estava a estudar, nesse momento, e ele fez-me perceber que o treino não deve ser visto apenas a partir de uma perspectiva, como só diversão ou só disciplina. A chave do sucesso é o justo equilíbrio dos dois elementos no treino. Quando entendi isso, nós pudemos começar a trabalhar na criação do calendário adequado de treino e melhorar a minha abordagem mental de prática, para finalmente chegar ao caminho certo para me tornar o músico que sou hoje. Por outras palavras, eu aprendi que existe uma maneira de fazer um forte treino, que produz resultados reais, e desfrutar do processo ao mesmo tempo. Parte deste sucesso vem com a prática rotineira em si e uma outra deve-se à tua mentalidade e atitude durante o processo.

Vais obter mais do resto do presente artigo, se tiveres uma melhor compreensão do quão eficaz estás a ser agora, fazendo fortes treinos “divertidos”, sem diminuir os resultados.  Para te auto-testares, aproveita este breve inquérito: https://tomhess.net/PracticingDisciplineOrFun.aspx

Vamos agora olhar mais de perto para cada um dos dois componentes, que devem ser equilibrados, a fim de apreciar o processo de treino e ver progressos consistentes. Também vou compartilhar contigo os erros comuns que as pessoas fazem e que levam a um desequilíbrio entre estes dois elementos.

Sérios/ Objectivos impulsionando treino (auto-disciplina)

Muitas pessoas assumem que mera auto-disciplina e persistência irão torná-las tão boas quanto querem ser. Infelizmente, a maioria dos guitarristas não entende como descobrir e manter "o tipo certo" de disciplina. Para manteres a tua motivação por um longo período de tempo, o teu trabalho deve ser "enriquecedor". Se não sabes o motivo pelo qual fazes algo muito melhor para o teu interesse, não ficarás preenchido e será pouco provável que continues por muito tempo. Por outro lado, se sentires fortemente as razões, serás capaz de tirar a necessária intensidade e disciplina de dentro de ti mesmo, sem grande esforço. Começa a olhar para o treino como algo que fazes para alcançar um benefício (te tornares um melhor guitarrista). Isto irá criar, automaticamente, uma significativa razão (além da simples diversão), de ficar envolvido na actividade e não tratá-la como uma tarefa que temes fazer a cada dia. Pode parecer óbvio e insignificante, mas mesmo uma pequena mudança no pensamento, trará grandes mudanças nos resultados!

Algumas pessoas estereotipam este tipo de treino como aborrecido ou "que exige muito trabalho". No entanto, não é a abordagem ao treino que é "aborrecida". Muitas vezes, é o teu estado mental durante o treino que torna o processo parecer entediante. Claro que às vezes o problema oposto pode ocorrer e a tua abordagem ao treino pode fazer com que, negligentemente, percorras as moções de treino. É muito difícil te motivares, no sentido de beneficiar desta actividade.   Neste caso, a tua estratégia de aprendizagem necessitaria de ser mais eficaz. Para obter mais informações sobre isso, lê este artigo.

Um dos maiores erros que vejo, relativos a treino focado, é excluir, frequentemente, a variedade e a diversão do processo de aprendizagem. Isso acontece muito, especialmente quando não estás sob a orientação de um professor que entende esta questão. Podes pensar que estás fazendo todas as coisas necessárias para rapidamente progredires, mas a tua aproximação ao treino pode ainda ser susceptível de melhorias. Uma destas mudanças pode ser incluir mais variedade ao teu treino. Isto ajudará a evitar cansaço mental e frustração.

Incluir variedade ao teu treino não significa falta de foco ou fazer coisas que são incompatíveis com os teus objectivos. Significa, simplesmente, que tens várias abordagens de aprendizagem, aplicação e integração de competências musicais. Eu chamo a isto variedade "inteligente". É muito diferente da variedade ao "acaso", que envolve saltar de um item para outro enquanto treinas, sem qualquer sentido de direcção.

Outra questão que torna difícil ver a disciplina como "enriquecedora" é que os resultados, de um modo geral, não ocorrem imediatamente, e que os pequenos ganhos obtidos ao longo do caminho podem parecer insignificantes. Esta retardada gratificação tornará difícil treinar bem e de uma forma consistente, a menos que aprendas a apreciar o processo. (mais sobre isto mais tarde)

A aplicação imprópria do conceito de variedade pode também levar-te a trabalhar em pontos fracos que, na realidade, não importam. Por exemplo: vamos assumir que o teu objectivo é tornares-te num guitarrista de metal altamente avançado. Uma vez que este estilo não exige que se fundam elementos de outros géneros musicais, não valia a pena investir o teu tempo, trabalhando em dedilhados ou em como utilizar os dedos em escalas Segovia (por exemplo). Isto porque estas competências não são necessárias para que alcances o teu objectivo. Então, não percas tempo com isto! Irá demorar muito mais tempo para alcançar o teu objectivo se te mantiveres distraído, trabalhando em elementos desnecessários.

Aproveitando o processo (divertindo-te enquanto praticas)

Muitos guitarristas pensam (em algum nível) que não podem divertir-se ao aprender guitarra e obter resultados ao mesmo tempo. Esta reflexão surge a partir de uma ideia de que " divertir-se " significa tocar num modo aleatório, desorganizado, sem uma direcção clara e sem objectivos. Embora seja verdade que tal abordagem não irá produzir resultados significativos, ainda é muito possível ter divertimento enquanto se trabalha na maneira como se toca.   Divertir-se significa ser-se capaz de desfrutar do processo de treino.
Existem muitas coisas que vão de encontro a isto. Aqui está uma pequena lista:

  • Vivendo consistentes e mensuráveis resultados ao longo de todo o processo de aprendizagem.
  • Ter a confiança de que vais chegar a todos os teus objectivos com o tempo.
  • Evitar o tédio, sabendo quando fazer ajustamentos na tua rotina de treino.
  • Alimentar o desejo de alcançar os teus objectivos, rodeando-te daquilo que te inspira!
  • Praticando na aplicação e integração de novas competências (juntamente com as antigas habilidades). As formas como treinamos o domínio, a prática, a aplicação e a integração são totalmente diferentes e, naturalmente, fornecem uma fonte de “inteligente variedade” à tua rotina de treino.

Se eu te dissesse que irias começar a viver todas as coisas acima referidas (e muitas mais), criando um inteligente, relevante e flexível programa de treino, não te sentirias rapidamente mais motivado para treinar com mais afinco, a fim de ver esses resultados?   Se respondeste sim, então deves compreender tudo o que eu escrevi acima, sobre como a disciplina se desenvolve naturalmente a partir de preenchimento!

Resumo: 7 Passos Para o Balanço Eficaz De Disciplina e Diversão

  1. Faz com que os teus treinos sejam enriquecedores! Sem o sentimento de realização, a tua motivação e vontade vão desaparecer. Se estiveres tendo problemas para conseguir preenchimento, tenta o seguinte:

    • Impregna-te em inspiração - Pensa no que te fez querer tocar guitarra. Revive a emoção que sentiste quando tiveste o teu primeiro instrumento. Finalmente, olha em frente para o dia em que vais ter as habilidades que desejas! Centra a tua mente na satisfação de atingires os teus objectivos, em vez de pensares nos obstáculos!
    • Torna-te auto-suficiente - mesmo que estejas trabalhando com o melhor dos professores, ainda treinas pelos teus próprios meios, na maior parte do tempo. Deves certificar-te de que, quaisquer que sejam as instruções que o teu professor te dá (ou que atribuis a ti próprio), elas sejam levadas a cabo correcta e consistentemente!
    • Nunca desistas! Lembra-te de que podes aprender a tocar guitarra, tão bem quanto queres, se tiveres todos os teus dedos, um forte desejo de melhorar e seguires uma abordagem eficaz de treino! Nunca desistas!
       
  2. Tem objectivos específicos. Tens de ser absolutamente claro sobre o nível de habilidade que pretendes alcançar e do que pretendes fazer com esta habilidade, uma vez que a tenhas! Isto não só é crucial para tocar guitarra, mas também para tudo na vida. Precisas identificar onde queres chegar, antes de poderes lá chegar. Isto significa que deves ter sempre em mente a tua meta( primeiro do que tudo), a fim de te permitires aproveitar o poder das tuas intenções e desejos. Define metas para o teu treino, descobre como chegar a elas e tem uma acção coerente para lá chegares.
  3. Incorpora inteligente variedade no teu treino. Fazer isto irá ajudar-te a evitar tédio e desgaste. Ao mesmo tempo, "estruturando" a variedade de uma forma inteligente, serás capaz de fazer progressos consistentes e mensuráveis. Ambas as coisas podem ser alcançadas, se a tua rotina de treino for eficiente e eficaz (e quando uma boa mentalidade é aplicada).
  4. Encontra uma forma eficaz de medir o teu progresso. Isso é útil por muitas razões. Em primeiro lugar, é divertido comparar o teu actual nível de habilidade de tocar com o nível em que tocavas há várias semanas, meses ou anos atrás. Em segundo, irá ajudar-te a manter-te no caminho certo para alcançares os teus objectivos. Poucas pessoas fazem isto de maneira consistente; a maioria vagueia sem rumo e sem sentido claro de direcção. Isto leva à incapacidade de fazer progressos significativos.
  5. Mantem a tua mente focada sobre o item que estás treinando, até que passes para o próximo na tua rotina de treino. Não alternes entre diferentes coisas aleatoriamente. Se entendes o motivo por que treinar um determinado item é importante para os teus objectivos, isto torna-se fácil de fazer.
  6. Desenha uma rotina de treino eficaz e flexível. Precisas organizar todas as coisas que queres aprender num sistema, que seja eficaz o suficiente para trazer resultados, e que possa ser ajustado, de modo a introduzir variedade. Se não consegues fazer isto bem, pelos teus próprios meios, tens ajuda aqui.
  7. Encontra maneiras de aplicar as tuas ferramentas musicais. A maneira mais fácil de te divertires enquanto treinas é através da aplicação de habilidades a uma verdadeira música. Isto parece óbvio, mas muitos alunos pensam que treinar devia basear-se em "aprender novas coisas".Devido a isto, não agendam tempo de aplicação, integração e domínio daquilo que eles já sabem. Como resultado, muitos acabam por ter muitas coisas isoladas, "que podem fazer", mas sem a capacidade para utilizar efectivamente estas competências.   Aprender mais coisas é importante, mas não deve ser a tua principal prioridade todo o tempo. Também não é muito divertido treinar as coisas que não podes realmente integrar com as outras habilidades musicais, num contexto real de música. Grandes guitarristas não são grandes porque “sabem mais”; normalmente é porque eles sabem integrar e aplicar mais do que o guitarrista comum.

Acima de tudo, lembra-te de te manter nisto! Utiliza o aconselhamento dado neste artigo para tornares o teu treino tanto divertido como centrado, a fim de diminuir o tempo necessário para alcançares os teus objectivos! Se ainda não tiveres feito a pesquisa sobre o mencionado no início do artigo, podes fazê-lo aqui: https://tomhess.net/PracticingDisciplineOrFun.aspx


Learn about the best online guitar lessons.


© 2002-2017 Tom Hess Music Corporation