Como Se Tornar Num Guitarrista e Músico Profissional ~ Parte 4 ~ “Triunfar”

de Tom Hess


Queres triunfar no negócio da música, certo? Parece-te quase impossível fazer isto acontecer? As realidades percebidas sobre a indústria da música parecem muito severas, muito arriscadas, muito difíceis e muito instáveis para procurar uma carreira musical lucrativa e de longa duração.

O Mito:

A maioria das pessoas acredita haver só dois possíveis resultados ao tentarem tornar-se músicos profissionais:

Ou "triunfas"… ou não.

Por outras palavras: ou te tornas numa “estrela” de sucesso que ganha muito dinheiro viajando e vendendo discos ao redor do mundo (é a isto que a maioria das pessoas se refere quando dizem “triunfar”), ou estás sentenciado a tornar-te num “artista faminto” que tenta ganhar o dinheiro suficiente por mês para pagar o aluguer, e no processo tens que viver uma vida dura.

Esta maneira de pensar (acreditando no falso mito) é exactamente igual a acreditar que na nossa sociedade só há pessoas ricas e as pessoas pobres (e nada no meio). Sim já foi assim no passado, mas nós todos sabemos que hoje existe uma enorme “classe média” nossa sociedade. E a maioria das pessoas cai nesta classe média.

O que significa “triunfar”?

Deixa-me responder fazendo-te uma série de perguntas.

  1. Triunfar significa que alguém tem que tornar-se muito rico e famoso? Nesse caso, quão rico e quão famoso alguém tem que ser para ter “triunfado”?
  2. Ou triunfar significa ter bastante dinheiro vindo da música e pagar por todo o equipamento que queiras?
  3. Ou significa ganhar bastante dinheiro com a música para que possas deixar o teu trabalho habitual (e ainda manter o estilo de vida que tens actualmente)?

A Realidade:

A verdade é que o que compõe a indústria da música é bem parecido com a nossa sociedade moderna:

  1. Existem pessoas ricas (que inclui mas não se limita a músicos profissionais de sucesso que fazem digressões pelo mundo, que têm uma venda nacional e internacional muito significante, etc.)
  2. Existem músicos que estão sem muito dinheiro e lutam financeiramente para sobreviver (estes são os “artistas famintos”). Estes são os músicos que entram no negócio da música sem fazerem nenhuma ideia do que estão a fazer.

Agora a verdade:

  1. Há uma VOLUMOSA Classe Média no negócio da música. A maioria dos músicos profissionais NÃO são super-estrelas e também NÃO são artistas famintos. A maioria dos profissionais têm carreiras relativamente sãs e seguras no negócio.

Sim, isto não é uma falha de impressão. A maioria dos músicos profissionais fica pelo meio.

A maioria dos guitarristas e músicos profissionais não têm discos de ouro ou platina nas suas paredes. A maioria não faz digressões pelo mundo inteiro. Mas a maioria deles também não toca para 20 pessoas em bares sombrios na pior parte de cidade. A maioria destes músicos não ganha só o mínimo para o sustento e para pagar o aluguer.

Espera Um Minuto, Eu Nunca Ouvi Isto Antes!

Porque é que a maioria das pessoas nunca ouviu falar disto? Porque a maioria não vê nem compreende o FILME TODO sobre o negócio da música, nem como as pessoas podem ganhar (e ganham) dinheiro, viverem uma boa vida como músicos e não serem mundialmente famosos. Não é provável que ouças falar sobre histórias de sucesso de profissionais de classe média (ou até mesmo classe média superior) por duas razões principais:

  1. A imprensa da música não está interessada em escrever sobre tais pessoas (as pessoas famosas vendem mais revistas). A maioria das pessoas gostaria mais de ler sobre o quê? Sobre o Steve Vai que fez 4.5 milhões de dólares com uma série de escolhas inteligentes na sua ainda jovem carreira de musical? Ou sobre John Doe que ganha $90,000 por ano como músico profissional?
  2. Os profissionais de classe média não estão, normalmente, interessados em contar ao resto do mundo (que inclui competidores e possíveis competidores) como eles ganham uma boa e segura quantia de dinheiro, nem como vivem a vida que eles querem.

A Maioria Silenciosa:

Os profissionais da classe média do negócio da música que ganham um bom e seguro dinheiro fazendo o que amam: são a maioria silenciosa do negócio de música. Eles estão escondidos debaixo do radar, quase invisíveis às massas (que, ao invés, lêem sobre as super-estrelas ricas e famosas). Em muitos casos, estes músicos profissionais de classe média também sabem que as ideias usadas para criar uma boa, recompensadora e confortável vida (incluindo ganhar bom dinheiro) não são complicadas. Eles percebem, também, que, se mais pessoas entendessem como isto é feito, isto podia encorajar mais a competição, por isso muitos profissionais do negócio da música são um pouco reservados sobre o que e como eles fazem. E isto é um pouco compreensível, já que estas pessoas (pelo menos algumas delas) precisam manter os seus sustentos seguros.

O Que Fazer a Seguir?

É óbvio que a lista completa das coisas que tens que fazer para ter sucesso no negócio da música é muito maior que a referida abaixo. Este artigo (e o conselho apresentado abaixo) é somente um sítio para começar. Isto é o que eu recomendo que faças a seguir...

  1. Percebe que há uma Classe Média grande de músicos profissionais que têm um rendimento são e seguro como músicos (e de ocupações relacionadas com música).
  2. Percebe que o próprio negócio da música tem componentes estáveis e outros que são instáveis. Tem aspectos arriscados como também aspectos relativamente seguros. É possível ter uma parte de ambos os componentes se escolheres fazer assim.
  3. Começa por ti. Para saber mais sobre isto lê os meus artigos prévios sobre o negócio da música: Parte1, Parte 2 e Parte 3.
  4. Começa pelo fim ( https://tomhess.net/Articles/BeginAtTheEnd.aspx ).
  5. Compromete-te, totalmente, com o teu objectivo de carreira musical para “triunfares” (seja o que for que “triunfar” signifique para ti.)
  6. Exercita este compromisso em tudo o que faças. Toma as iniciativas que tens que tomar. Se não sabes o que todas estas coisas são, encontra alguém que saiba e aprende com ele tão detalhadamente quanto possível.

Na próxima parte desta série, eu falarei mais especificamente sobre quem de facto é a tua competição. É provável que não seja quem pensas que é. É crítico que entendas isto… Porque, para jogar o jogo “para ganhar”, tens que saber quem (e o que) são os jogadores…


Get started building your career in the music industry.

© 2002-2017 Tom Hess Music Corporation